Padovani’s Death lança “A Placid Hurry”, álbum com oito inéditas

Uma transição entre o “Between Isolation and Desolation”, o Placid vem com novos instrumentos e participações, além é claro, de novas experimentações musicais jamais vistas nos últimos dez anos de Padovani’s Death.

Segundo ele mesmo: “É um álbum que tenho muito orgulho do resultado e que investi muito de mim e claro, contei com a ajuda de todos os envolvidos no processo tanto de gravação quanto de pós, recebendo as opiniões e fazendo o possível para que o resultado final fosse na qualidade que ficou.”

Guilherme Padovani, artista que está desde o ano 2000 na ativa com bandas autorais, somando na sua bagagem mais de 94 trabalhos lançados e passagens por festivais como Rock na Estação, Grito Rock, Virada Cultural Paulista, Dezindie e Caquizada.

Com um público mais maduro, composto em sua maioria por pessoas entre 24 e 40 anos as melodias trazem em suas letras, vivências e questionamentos do artista, o que o mantém próximo de seu público.

Este trabalho por sua vez é o resultado de uma mente inquieta e, da mesma forma, o som não poderia ser diferente. Com início em 2009, com o EP “Wellcome to Death” e somando uma jornada de cinco shows desde seu retorno com o EP “Rise From the Death” em julho de 2019.

O som é uma união de elementos orgânicos e eletrônicos, onde Padovani apresenta arranjos simples e certeiros que envolvem o ouvinte em sua inquietude, ora dançante, ora introspectiva e na maioria das vezes agressiva. Vocal viceral, baixos distorcidos e muita energia são o que você vai encontrar aqui.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Escreva e pressione ENTER para pesquisar