Vocalista Thor foi convidado por Stan Lee para gravar filme

A mais recente edição do canal HEAVY CULTURE, exibida em 24 de agosto, contou com a participação do folclórico vocalista, fisiculturista e ator canadense Jon Mikl Thor, conhecido mundialmente no meio metálico como THOR.

No alto de seus 66 anos, continua esbanjando energia e muito Heavy Metal, vide seu último lançamento, o álbum “Alliance”, lançado em julho e que conta com uma série de participações especiais, como Björn “Speed” Strid (Soilwork), John Gallagher (Raven), Neil Turbin (ex-Anthrax), Chris Holmes (ex-W.A.S.P.), Trevor William Church (Haunt) e muitos outros.

Gravado em meio à pandemia através de colaborações remotas, o álbum ratifica a posição de THOR no cenário Heavy mundial, onde ao longo das décadas construiu grandes laços de amizade com inúmeros músicos.

E para falar sobre este trabalho, as amizades criadas ao longo dos anos, sua relação com o cinema e sobre o clássico álbum “Only the Strong”, a equipe do HEAVY CULTURE recebeu THOR para um franco bate-papo, muito divertido e informativo. Segundo o vocalista, “Alliance” tem sido muito bem recebido pela imprensa, recebendo ótimas resenhas, sendo divulgado de vídeos com participações especiais. Ele também foi indagado sobre tantos lançamentos em sequência, pois desde 2017 tem sido lançado um álbum por ano, declarando que tem mais energia do que quando era novo, e que está sempre cheio de ideias musicais.

Outra amizade importante citada no bate-papo foi do saudoso Stan Lee, diretor da Marvel Comics, que chegou a convidá-lo para fazer um filme sobre o personagem mitológico. Entretanto, como na época (década de 1980) não havia tecnologia suficiente para rodar a obra conforme o desejado, o projeto foi abandonado. Ao longo dos anos ele atuou em diversos filmes, dentre eles os antológicos “Rock ‘n’ Roll Nightmare” (1987) e “Zombie Nightmare” (1987), lembrados até hoje pelos fãs de filmes B com aquela mistura clássica de Heavy Metal e terror.

Voltando ao passado, THOR contou como surgiu sua vocação para o mundo do Rock/Metal, dizendo que quis usar seus músculos para o show business, aproveitando as influências teatrais de duas grandes influências, Kiss Alice Cooper. THOR também comentou a amizade com Paul Stanley, iniciada em Nova Iorque no começo da década de 1980, quando se cruzaram na rua e foram tomar um café. Depois disso, ele chegou a abrir um show do KISS naquela década.

Um assunto muito esperado foi quando o vocalista falou sobre o clássico “Only the Strong”, álbum muito conhecido entre os brasileiros, lançado em 1986, e agora sendo relançado pela Helllion Records com direito a DVD e em formato digipack. THOR destacou que este álbum é totalmente Heavy Metal, diferentemente do debut “Keep the Dogs Away”, que tem uma pegada mais Punk/Pop: “Eu acho que cada música no álbum é poderosa, e muitas pessoas o consideram um dos melhores discos de todos os tempos”.

A agenda de agosto do HEAVY CULTURE chega ao fim no dia 30/08 às 20h com a presença do escritor, jornalista e colunista da revista VEJA Sérgio Martins, no programa especial Vinyl Collection, onde mostrará seus LPs preferidos, e no dia 31/08 será a vez de MORTIIS, ex-Emperor¸ falar sobre sua trajetória e novidades às 18h.  No mês de setembro, a agenda terá início com Moyses Kolesne (Krisiun) no especial Heavy Brasilis, em 03/09 às 19h. Na sequência, Katon De Penna (Hirax) no dia 07/09 às 19h, e o baterista Mike Terrana em 14/09 às 17h. A última rodada será com Tim Baker (Cirith Ungol) em 21/09 às 21h e Fernanda Lira (Crypta) em 28/09 às 19h.

Serviço

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Escreva e pressione ENTER para pesquisar