Frejat é o último convidado do Papo Rock

A jornalista Ana Cláudia Guimarães recebe o cantor diretamente do CCBB RJ, a partir das 19h.

Nesta quinta, 30, vai rolar o último Papo Rock, série de lives promovida pelo festival Rock Brasil 40 Anos. A despedida será com ninguém menos que Frejat, um dos grandes protagonistas do rock brasileiro, que escreveu sua história na música à frente do grupo Barão Vermelho e mais tarde com sua carreira solo. Como sempre, a partir das 19h, a jornalista Ana Claudia Guimarães bate um papo com o convidado diretamente do Centro Cultural Banco do Brasil, transmito ao vivo através do Instagram e do Facebook do festival: www.instagram.com/rockbrasil40anos e www.facebook.com/rockbrasil40anos

O amor pela música veio ainda na infância. Aos 10 anos, Frejat começou aula de violão e, aos 13, quando conheceu o mundo do rock’n roll foi como amor à primeira vista. Ser músico profissional era apenas mais um passo e, aos 19, entrou para aquela que seria a banda da sua vida. Fisgado pelo Barão Vermelho (formado por  Mauricio Barros, Dé Palmeira e Guto Goffi), Frejat logo encontrou afinidades para compor com Cazuza – o último a entrar no grupo.

A parceria, uma das mais ricas da música brasileira, deu personalidade autoral ao Barão, mas em 1985, com a saída de Cazuza para seguir carreira solo, coube a Frejat a responsabilidade de assumir o vocal, desafio que cumpriu com louvor. A carreira de intérprete começou no disco “Declare Guerra”. De lá até o “MTV Ao Vivo”, último lançamento do Barão, foram 12 álbuns. Compositor e guitarrista reconhecido, recebeu com a banda os prêmios Sharp de melhor grupo Pop/Rock de 1990, 1992, 1994 e 1996 e um Vídeo Music Brasil, além de uma indicação ao Grammy Latino.

Em 2001, o Barão Vermelho resolveu parar suas atividades temporariamente e Frejat viu ali a oportunidade de multiplicar seu talento compondo com novos parceiros. Veio então, no mesmo ano, o primeiro disco solo, “Amor Pra Recomeçar” (produzido por Tom Capone, Mauricio Barros e Max de Castro), que de cara estourou nas rádios, ganhou prêmios e o consolidou de vez como intérprete. Depois de experimentar um pouco de tudo _ Frejat se lançou também como produtor e diretor musical _, em 2004, retomou sua parceria com o Barão com quem gravou o disco “Barão Vermelho” e o aguardado “MTV Ao Vivo”. Em 2007, os barões deram uma nova parada e Frejat voltou a carreira solo ao lado de sua banda formada por Billy Brandão (guitarra), Mauricio Barros (teclados), Marcelinho da Costa (bateria) e Bruno Migliari (baixo).

Com patrocínio do Ourocard, realização do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e Peck Produções, o festival Rock Brasil 40 Anos começa oficialmente no dia 6 de outubro e levará ao Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Brasília uma enorme programação musical e cultural que se estende até junho de 2022. Grandes concertos, pocket shows, exposições, mostras de cinema, palestras e uma série de atrações culturais que reunirão Barão Vermelho, Blitz, Os Paralamas do Sucesso, Titãs, Ira!, Biquini Cavadão, Frejat, Paulo Ricardo, Humberto Gessinger, Fernanda Abreu, Arnaldo Antunes, Marina Lima, George Israel, Leo Jaime, Rodrigo Santos, Plebe Rude, Dinho Ouro Preto, Evandro Mesquita, Leoni, Nando Reis e Capital Inicial, além artistas como Fausto Fawcet, Edgar Escandurra, Uns e Outros, Claudio Zoli, Toni Platão, Paulinho Moska, Humberto effe e Inocentes.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Escreva e pressione ENTER para pesquisar