Kamala lança o single “Aimless”, brutal e melancólico

Kamala é uma banda brasileira de Thrash Metal formada em 2003 que tenta fugir dos padrões usuais desse estilo, mesclando harmonias orientais com a energia do Heavy Metal e sempre focando em uma performance de palco poderosa.

Após vários lançamentos de álbuns, a Kamala começou a fazer turnês fora do Brasil e isso se tornou a principal força da banda. Eles completaram seis turnês europeias desde 2013, sem qualquer suporte de gravadora. Praticamente todas suas apresentações foram de forma independente. Como consequência, desenvolveram uma legião de fãs na Europa, especialmente na França. Isso resultou em um álbum ao vivo “Live In France” lançado no final de 2019, que foi eleito o melhor álbum ao vivo por várias revistas brasileiras e sites especializados em Heavy Metal.

A experiência que viveram na estrada tornou-se o principal objetivo para eles e abriu portas para grandes oportunidades. Também fez com que a imprensa brasileira promovesse constantemente a banda como o novo expoente do movimento metal brasileiro. Ao longo desses anos, a banda já dividiu o palco com Sepultura, Napalm Death, Glenn Hughes, Biohazard, Warrel Dane, Blaze Bailey, Paul Di’Anno, The Ocean, Eths, Benighted, Mass Hysteria, Igorrr, My Sleeping Karma, Hipnose , e muitos mais.

A banda se concentra agora na divulgação do single “Aimless”, lançado recentemente. “Essa música é um dos singles que vamos lançar separados, ou seja, não estará no nosso 6º e próximo álbum de estúdio. Uma música que reflete muito o momento atual que o mundo vive…brutal e melancólica”, afirma Raphael Olmos, vocalista e guitarrista do power trio.

Aproveitamos um momento de pausa na correria e conversamos um pouco com Raphael sobre o impacto do novo som, presente e o que podemos esperar para o futuro. Confira!

Para quem tem curiosidade em saber, de onde surgiu o nome “Kamala”?
Quando formei a banda, buscava um nome com significado positivo e que fosse fácil de guardar e de falar, independente do país ou se fosse uma criança tendo contato com a banda pela primeira vez. Kamala é uma Deusa Hindu, da sabedoria e do poder.

Como e quando surgiu o projeto inicial da banda?
Formei a banda em 2003, e desde lá, tinha a ideia de fazer músicas que misturavam peso, brutalidade…com muito Groove e melodias em momentos que a música pedia. Por conta do nome da banda ser ligado ao Hinduísmo, foi natural também no som, a utilização de melodias orientais. 

Quais as influências e fontes artísticas que inspiram o som do Kamala?
Não somos fechados para nenhum estilo, escutamos de tudo mesmo. Porém se fosse ligar com influências mais fortes dentro do Metal, poderia citar bandas como Metallica, Pantera, Slipknot, Sepultura, Gojira, Jinjer…

Com 1 EP de estréia, 5 álbuns de estúdio e um ao vivo gravado na França, vocês seguem promovendo agora seu lançamento mais recente, o single “Aimless”. Como foi o processo de gravação desse material?
Na verdade esse EP contém regravações de 2 músicas de cada um dos 3 primeiros álbuns, com novos arranjos. Ele foi lançado em 2017, e é intitulado “Consequences Of Our Past – Vol 1”. E dai são 5 álbuns de inéditas e o álbum ao vivo “Live in France”, que foi gravado no último show da nossa 6º turnê europeia e lançado em dezembro de 2019. Sobre nosso mais novo single “Aimless”, ela é um dos dois singles que escrevemos durante a pandemia e vamos lançar esses dois singles separados, ambos com clipe. O 6º álbum de estúdio da banda já está finalizado, porém lançar no meio de uma pandemia, sem a possibilidade de shows para fazer, é algo muito complicado…então tivemos a ideia de lançar esses dois singles, que não estarão no próximo álbum, para trazer arte nova para as pessoas, pois nesse tempo que estamos vivendo, mais do que nunca, a arte é uma grande aliada, seja para o artista, como também, para quem acompanha e admira ele. Gravamos as guitarras e baixo em nossos home studio e as baterias e vozes, foram gravadas no estúdio N1 em Americana. O responsável pela gravação, mix e master, foi o Ricardo Biancarelli (Estúdio Fuzza).

“Aimless” já está sendo muito bem recebido nos sites especializados de música e plataformas de áudio a nível nacional e internacional. Como a banda está vendo esse feedback quase que instantâneo e tão positivo do material lançado?
Simplesmente o feedback está sendo o melhor possível. É uma música cheia de brutalidade e melancolia ao mesmo tempo…pessoal tem comentado muito sobre o peso, e nesse som, mostramos pela primeira vez um novo caminho que estamos explorando, pois a Isabela está tocando batera e cantando agora, e o pessoal está realmente amando isso, assim como nós. Outro “fator surpresa” dessa música, foi o flamenco no final. Digamos que foi a cereja do bolo (risos).

Vocês já comentaram em nota oficial, que esse single é uma obra isolada e que não fará parte de fato, do novo álbum que será lançado em breve. O que podemos aguardar sobre ele?
O próximo álbum também foi gravado, mixado e masterizado pelo Ricardo Biancarelli (Fuzza). E sem dúvida é o álbum mais “maduro” da nossa discografia. Esses dois singles que não estarão nesse álbum, já mostram um pouco do que está por vir.

Como vocês veem o impacto da pandemia e do retorno gradativo brasileiro em relação ao movimento musical underground, independente e a cultura nacional?
Infelizmente nosso setor, junto com o turismo, foi o mais prejudicado e sem dúvida, para voltar com totalidade, serão um dos últimos. Fazer arte no Brasil, já é nadar contra a correnteza, ainda mais um país que não valoriza devidamente os artistas e que por conta da pandemia, muitos locais que rolavam os shows, infelizmente fecharam…é triste, porém temos que acreditar que dias melhores estão por vir, e que com a vacinação em massa, mantendo os cuidados, logo logo as bandas, equipe técnica poderiam voltar à trabalhar e o público poderá voltar a consumir cultura ao vivo, todos com segurança. 

Pra finalizar, seus comentários. O espaço é de vocês!
Agradecemos mais uma vez pelo espaço e gostaria de lembrar que no próximo dia 25 de outubro, o clipe da “Aimless” será lançado no nosso canal do YouTube. Então para encontrar mais informações da banda, basta acessarem nosso site www.kamalaofficial.com.br e para achar nas mídias sociais, como Facebook, Instagram e até mesmo o YouTube, basta procurar kamalaofficial (com dois F) e nos encontrará!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Escreva e pressione ENTER para pesquisar