Meggera lança clipe especial de Dia das Bruxas, “Maldita Maldição”

Já está disponível o novo vídeo clipe da banda mineira MEGGERA, para a música “Maldita Maldição”, segundo single do vindouro novo álbum “Meia Hora De Açougue” e que tem como temática o horror. Toda a produção do clipe foi realizada pela própria banda, desde os cuidados com a locação, roteiro, maquiagem, filmagem e produção.

Em tempos de pandemia foi a solução encontrada pelos músicos para a confecção do vídeo, que segundo o vocalista Juninho Rodriguez, superou as expectativas: “Desde que viemos morar juntos, pensamos em gravar um vídeo inédito. Tínhamos em mente uma série de ideias, e uma delas era fazer um trabalho desenvolvido por nós cinco e esta foi nossa primeira produção em conjunto neste período. Foram muitos desafios, mas curtimos muito o resultado e nada mais inspirador do que lançá-lo no Dia das Bruxas, já que se trata de um tema voltado ao horror”.

Além do vocalista, a MEGGERA é formada por Avellar Millas e Jorge Ferreira (guitarras), Tiago “Coisa” Henrique (baixo) e Naybert Silva (bateria), time que não mede esforços para criar um material empolgante e com uma cara própria.

O cuidado com a parte visual se reflete na confecção da capa do álbum, criada pelo artista gráfico gaúcho Marcos Miller (Mental HorrorExterminateDecimator), um dos mais festejados ilustradores do Metal nacional. Formado em 2014, pouco menos de um ano depois o grupo já estava em estúdio trabalhando com o renomado produtor Adair Daufembach (Project46Tony MacAlpine) no álbum que leva o nome da banda. Os integrantes procuraram explicitar suas influências, que englobam desde a sonoridade alternativa do Nu Metal com ingredientes como pão de queijo, Hardcore até o “tuca-tuca” nervoso do Thrash e Death Metal, com arranjos marcantes que passeiam entre peso e harmonia.

“Meia Hora De Açougue” será lançado em 2022 e contará com um total de 12 faixas, englobando todas as influências somadas até aqui, com aquele tempero mineiro que só a MEGGERA consegue criar. Juninho Rodriguez conta que o álbum surpreenderá não só aqueles que já acompanham a banda, mas o público que virá a conhecê-los: “As músicas estão animais e esperamos voltar aos palcos o quanto antes para mostrarmos esse material ao vivo, para despejar toda nossa vontade de tocar reprimida nestes quase 2 anos de pandemia. O disco abrange aquela pegada maluca do primeiro álbum com elementos novos somados nos últimos tempos”.

Serviço

Assessoria de Imprensa: https://wargodspress.com.br
Créditos da foto: Léo Faria

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Escreva e pressione ENTER para pesquisar