Ingrime surpreende com lançamento de jogo de computador, videoclipe e single “Apenas Estranhos”

A banda mariliense, Ingrime, mostrou que não está para brincadeira e lançou seu novo single, “Apenas Estranhos”, acompanhado de um videoclipe e de um jogo de computador, com uma proposta ambiciosa de inovação audiovisual e conteúdo interativo, buscando atender a uma demanda de consumo por experiência que também chegou ao Rock. A pré-estreia aconteceu no Game Day, um evento no Xeque Mate Retrô Bar em Marília-SP com shows e torneios de jogos.

“Apenas Estranhos” mistura rock com beats para apresentar uma profunda reflexão sobre o colapso de um relacionamento que já foi uma ligação profunda e íntima, mas agora se encontra imerso em um vácuo emocional.

“A música evoca uma série de complexas respostas psicológicas, incluindo desilusão, tristeza e uma sensação de resignação diante da desconexão que se estabeleceu entre os amantes”, destaca o guitarrista da banda e também psicólogo, Fábio Cerqueira.

O lançamento veio acompanhado de um jogo 2d desenvolvido pela própria banda, que combina elementos de jogos clássicos dos consoles de 8 bits com uma narrativa profunda e emocional, explorando temas delicados como o fim de um relacionamento desgastado, saúde mental, ideação suicida e as complexidades das batalhas internas que todos enfrentamos ao longo da vida. Os personagens do jogo são representações dos membros da banda, o que adiciona uma dimensão pessoal e autêntica à história. Desenvolvido com grande sensibilidade, o game mergulha profundamente nas emoções humanas, utilizando a música como uma arma poderosa para enfrentar os desafios e obstáculos que a vida coloca diante de nós.




Os “chefões” de cada fase, podem ser vistos como transtornos mentais, tais como a depressão e a ansiedade, personificando os demônios internos que muitas vezes enfrentamos em momentos difíceis.  O controle dos personagens é também como uma metáfora para o controle que temos sobre nossas próprias vidas. À medida que o jogador avança no jogo, percebe-se que, assim como na vida real, nem sempre é possível controlar tudo. No entanto, a música é a ferramenta que permite aos personagens a busca pelo controle e pela superação para continuar avançando.

Confira o videoclipe abaixo:

“Apenas Estranhos é mais do que um jogo, é uma experiência emocional e uma exploração profunda da condição humana. Ao abordar temas complexos, o game oferece aos jogadores a oportunidade de refletir sobre suas próprias vidas e desafios, tal qual a experiência ao ouvir a música, que carrega uma letra bastante profunda”, destaca o vocalista Gabriel Teixeira.

Faça o download do jogo pelo link a seguir:

https://www.ingrime.com/apenas-estranhos

Na condição e compositor e profissional da área de psicologia, o guitarrista Fábio Cerqueira destaca:

“A música também se aprofunda na busca individual por identidade e propósito dentro do relacionamento. O eu-lírico insinua que ambos os parceiros podem ter enfrentado uma perda de identidade em meio à fusão emocional da relação, um fenômeno psicológico conhecido como “perda do self”. Além disso, a busca por uma nova identidade e significado fora do relacionamento reflete a necessidade de autorrealização, um impulso fundamental humano. A mágoa e ressentimento, revela a intensa necessidade do eu-lírico de encerrar o relacionamento. A falta de uma despedida adequada pode ser vista como um desrespeito que atinge diretamente sua autoestima, resultando em uma decisão de ruptura que visa a preservar a saúde emocional”.

“Para mim, “Apenas Estranhos” significa a chegada naquela luz que fica no “fim do túnel”. É a escalada e a conclusão de um processo extremamente delicado que nós 3 passamos no ano anterior. É como se fosse um “consegui seguir em frente”, que apesar de termos essa guia há bastante tempo, levar ainda mais tempo pra amadurecer essa ideia foi ainda melhor. A extensão da obra em formato de jogo ganha ainda mais força, formas diferentes de interpretação e que de verdade? É até melhor. Aqui percebo também que os problemas de uma “sociedade moderna” não são tão diferentes assim uns dos outros, é mais uma questão de perspectiva. E às vezes, só um amigo dizendo que te entende é o suficiente, e por que não, uma música?”, acrescenta o baterista Gabriel Gustavo.

“Apenas Estranhos é uma reflexão poética sobre o desgaste emocional e a desconexão que podem se instaurar em um relacionamento ao longo do tempo, deixando uma sensação de vazio e estranhamento onde antes havia amor e intimidade. A composição fornece uma visão rica das complexidades das relações humanas e de suas implicações emocionais e psicológicas”, conclui Fábio.

Ouça o single abaixo:

Na estrada há cerca de cinco anos, o trio formado pelo vocalista Gabriel Teixeira, o guitarrista Fábio Cerqueira e o baterista Gabriel Gustavo, lançou em 2022 o seu álbum de estreia, “Ignição”, acompanhado e antecipado por diversos singles e conteúdos audiovisuais.

“Apenas Estranhos” tem produção musical de Marco Dower do Studio Maestrya, também responsável pela gravação do baixo em estúdio. A capa do single é de Felipe Rossette. As fotos promocionais são de Marcos Piva. O desenvolvimento do jogo é de Gabriel Teixeira e Murilo Teixeira.

Saiba mais sobre a Ingrime através do site www.ingrime.com ou pelo @banda.ingrime no Instagram.