Hall Of Gods: novo single conta com a participação de Snowy Shaw

Rafael Agostino, mentor do projeto, homenageia o compositor norueguês Edvard Grieg em “Emperor of Himself” | Foto: Tainá Lossëhelin

Além de prestar uma homenagem ao compositor norueguês Edvard Grieg, o novo single do projeto Hall Of Gods, “Emperor of Himself”, conta com a participação do sueco Snowy Shaw, experiente vocalista e multi-instrumentista que trabalhou com Therion, Memento Mori, King Diamond, Mercyful Fate, Dream Evil, Notre Dame, Dimmu Borgir, XXX, Loud ‘n’ Nasty, Theatres Des Vampires, Denner/Sherman e outros.

Rafael Agostino, mentor do projeto que funde música clássica e heavy metal, destaca que, além de abordar os famosos temas do seu concerto para piano, “Emperor of Himself” também conta com temas das suítes Peer Gynt, que é uma peça teatral escrita por Henrik Ibsen e musicada por Edvard Grieg. “Grieg é uma das minhas principais influências, o concerto para piano é o mais legal de todos os concertos e também o mais executado no mundo”, observa. “A letra aborda justamente a história de Peer Gynt, um andarilho que tirava proveito de tudo e todos, mas aqui também com um caráter crítico religioso fazendo referência como a religião tem seu papel na manipulação e falsas promessas”, acrescenta.

O primeiro single contou com a participação de Zak Stevens (Archon Angel, Circle II Circle, Savatage, Trans-Siberian Orchestra e Machines of Grace), mas sobre a presença de Snowy Shaw “Emperor of Himself”, Agostino revela que a intenção era tê-lo ao lado de Messiah Marcolin, ex-vocalista do Candlemass, Memento Mori e outros. “O convidado era para ser Messiah Marcolin junto com Snowy Shaw, mas Snowy adiantou que Messiah não toparia gravar com ele, pois estava muito chateado com as coisas que ele havia escrito em sua biografia, ‘The Book of heavy Metal’. Snowy definiu Messiah como ‘big crybaby’ (‘bebê chorão’) pelas suas várias atitudes em diversas bandas que já dividiram o palco”.




Explorando a intersecção entre música clássica e heavy metal, o Hall Of Gods tanto destaca a faceta melancólica e melodiosa do erudito como mergulha nas entranhas pesadas do doom metal. Com arte de capa criada por Rômulo Dias, “Emperor of Himself” foi mixada e masterizada por Henrique Canalle.

Confira o single “Emperor of Himself”:

Ouça no Spotify em https://open.spotify.com/intl-pt/track/58cUvw4vVCeHrC5vzHGZKR

Instagram: https://instagram.com/thehallofgods