Campinas ganha galeria de arte a céu aberto

Grandes painéis vinílicos instalados ao ar livre, em muros e paredes, trazem a arte para as ruas dos bairros que já foram a maior ocupação urbana da América Latina.

O Complexo OMG – que abrange o Parque Oziel, Monte Cristo e Gleba B – região periférica de Campinas e com uma população de aproximadamente 100 mil moradores – já foi considerado, antes de sua regularização fundiária, a maior ocupação urbana da América Latina. É nesse local que começa neste sábado, 22, um trabalho que envolve vários artistas com a pretensão de transformar parte da área de 1,5 milhão de metros quadrados em uma galeria a céu aberto. As primeiras instalações compõem a exposição “Lugar Comum”, da artista visual Rochelle Costi, falecida no ano passado.

A mostra “Lugar Comum” abre as atividades do projeto “OcupaçãoOcupação”, que pretende instalar obras de arte estampadas em lonas vinílicas de cerca de 4,50 m X 3m cada e que serão fixadas nas paredes de casas e comércios. O projeto, que tem curadoria do artista visual Danilo Garcia e apoio do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo (ProAC), será realizado de abril a novembro deste ano visando democratizar a arte em territórios diversos dos tradicionais museus e galerias de arte fechadas. Cada etapa tem o prazo de cerca de 50 dias. Após a exposição de Rochelle Costi, será a vez do artista Fernando Tosko – que tem sua pesquisa centrada na arte urbana -; na sequência Isabela Senatore – que se expressa por meio da fotografia -; e, para encerrar, é prevista uma atividade em que a população será convocada a participar de uma exposição com sua própria produção artística.

Um detalhe importante na distribuição dessas obras é que haverá um roteiro diferente das ruas. Ou seja, “o projeto pretende incentivar a aproximação do território periférico com o universo de legitimação, criação e difusão das artes visuais”, segundo Danilo Garcia, que conta com a curadoria adjunta da artista visual Andrea Mendes, muito ativa dentro do Complexo OMG. Outro ponto de envolvimento das comunidades está relacionado à contratação de profissionais locais ou de pessoas relacionadas ao trabalho com populações de áreas periféricas, num total de 15 até o momento. O mapa com os locais de instalação das obras de arte está disponível no Instagram @OcupaçãoOcupação e o ponto de encontro para a abertura do evento será na Associação Douglas Andreani (ADA).




A primeira mostra

“Lugar Comum” é uma mostra composta por cinco obras de arte estampadas em vinil que serão fixadas nas paredes de casas e comércios. Rochelle Costi era uma artista visual contemporânea, com destaque em diversas exposições nacionais e internacionais. Em 2018, ela chegou a expor sua obra “Margens” no Subsolo – Laboratório de Art, que em seguida foi participar da 3th Beijing Photo Biennial, na China. O curador Dimas Garcia conta que ela estava engajada no projeto e colocou como prioridade trabalhar diretamente com os moradores das comunidades. “Essa era uma característica do processo criativo dela, que trabalhava em todos os estágios da obra de arte, desde sua concepção até a exposição para o público, inclusive interferindo na forma que deveria ser exposta”, explica.

Para este projeto, a artista visual – que faleceu aos 61 anos vítima de um atropelamento – já havia previsto uma oficina de corte e costura em que os moradores serão contratados e capacitados para, após as mostras, transformar as lonas vinílicas em produtos como aventais, sacolas, pufes e bolsas para serem comercializados com lucro para a comunidade, num sistema básico de empreendedorismo e sustentabilidade. Inclusive a estrutura de ferro que segura os painéis poderá ser reaproveitada. Agora, com a ausência de Rochelle, a programação será mantida sob a coordenação de sua filha Lola Martin Costi.

Programe-se

Exposição “Lugar Comum”

Quando: abertura no sábado, 22/04, às 10h, e visitação de 23/04 a 10/06

Onde: ADA – R. Wadi Abdala Gnatos, 7, Monte Cristo/Parque Oziel Aberto e Gratuito

Informações: Instagram @ocupacaoocupacao



Neder de Paula

Neder de Paula

CEO e fundador do portal OverRocks e web rádio. Designer, webdesigner, videomaker, apaixonado pela família, quadrinhos, cinema, tv, UCM, DCU, metalhead desde os 12 anos e curador musical na Divulguei e Groover.