Enxadachim estreia com álbum “O Resgate do Samurai Ninguém”

Lançado nesta quarta-feira (17), o disco de estreia do rapper Enxadachim vem para somar forças à cena hip-hop nacional. “O Resgate do Samurai Ninguém” se utiliza de sete faixas, que misturam vertentes do Funk, Rap, Grime e Trap, para contar a vivência de um jovem nascido e criado em São José Do Rio Preto, interior de São Paulo.

“Tabuleiro”, a faixa escolhida para apresentar o disco, lançado pelo selo Indio Rock, foi a última música composta por Enxadachim, que diz tratar da dualidade das coisas, inclusive no que diz respeito aos dois lados de si mesmo.

Com versatilidade nas rimas e questionamentos sociais, Enxadachim tem como influência, tanto a velha escola do rap brasileiro, quanto os próprios amigos que também se dedicam ao estilo. O álbum conta com a participação de três grandes conhecidos do rapper: Bolado RP, Felk e Zyggy.

“Cresci muito bem rodeado de esporte, cultura e amigos, e acho que foi isso que me levou a querer o rap na minha vida. Muito cedo eu tive amizades com pessoas mais velhas, que me introduziram o rap”, releva o artista de 21 anos, que inclui no trabalho uma estética asiática com a qual se identifica.




“O Resgate do Samurai Ninguém” foi produzido por Davi Indio, que já trabalhou com grandes nomes da música brasileira, como Cauby Peixoto, Gérson Conrad, Max de Castro, Marcelo Bonfá, Mariene de Castro e os rappers do Senzala Hi-Tech e do SNJ. “O Enxadachim trabalhou durante três anos nesse disco, e lançou esse trabalho englobando todas as vertentes atuais, em um único estilo. É um disco atual, onde a geração antiga e a contemporânea se encontram”, conta o produtor.

Ouça “O Resgate do Samurai Ninguém” no seu tocador favorito:  https://onerpm.link/404405421818