Além da porta secreta: A jornada poética de Cynthia Ross

Ex-baixista da estimada banda canadense The ‘B’ Girls e cultuada lenda da cena underground de New York, anunciou o lançamento de seu primeiro álbum solo de spoken word, o “The Secret Door”

Fotos: Rick McGinnis/Ryan Newcomb

Cynthia, que já há alguns anos, está distante dos palcos e de seu baixo, e concentra-se em sua atividade poética, recentemente declarou que no “The Secret Door” usou sua voz para “expressar histórias e sentimentos”. Especificamente em relação ao título, refletiu: “É sobre ter coragem de atravessar aquela porta que é secreta para você mesmo”.

A produção é composta por um total de 12 faixas, e conta colaboração do multi-instrumentista Tim Bovaconti e foi gravado e mixado no ‘Tim’s Garage Studio’ durante os anos de 2023 e 2024.




O álbum une musicalmente uma série de canções e poesias de Cynthia, tendo 10 faixas originais e incluindo uma versão de “Vagabond Ways”, que Ross gravou para o tributo “The Faithful: A Tribute To Marianne Faithfull”, lançado pela In The Q Records em 2020, além de oferecer também uma versão de “I Ride The Subway Train”, originalmente gravada pela banda New York Junk.

As gravações tiveram início quando Tim, em certa ocasião, perguntou a Cynthia se ela já havia considerado a ideia de gravar sua poesia musicalmente. A esse respeito, Cynthia relatou: “Tim tinha um estúdio. Eu tinha as palavras. Juntos, compusemos a música das peças que estão presentes no álbum. Era algo que eu desejava fazer há anos e Tim apareceu para me mostrar o caminho para isso. Serei eternamente grata por nossa colaboração ter fluido tão facilmente”.

A concepção do álbum foi um processo de redescoberta para Cynthia, que mergulhou profundamente em suas próprias experiências e memórias para compor as faixas. Cada poema musicado reflete um aspecto distinto de sua vida, desde suas aventuras juvenis com The ‘B’ Girls até seus dias atuais como poeta em Nova York. Ela descreve o álbum como uma “viagem emocional e espiritual”, onde cada faixa é um passo em direção à compreensão mais profunda de si mesma e de seu lugar no mundo.

O trabalho de Cynthia e Tim no estúdio foi descrito por ambos como uma experiência transformadora. Tim Bovaconti, que trouxe sua vasta experiência musical para o projeto, elogiou a autenticidade e a profundidade das palavras de Cynthia, dizendo que elas ressoavam de uma maneira que poucas letras conseguem. “A colaboração com Cynthia foi mágica,” comentou Tim. “Foi como se estivéssemos desvendando um mistério juntos, cada sessão de gravação trazendo novas camadas de significado e emoção para a superfície.”

Agora, com o lançamento de “The Secret Door”, Cynthia espera que seus ouvintes sintam a mesma conexão profunda com as músicas que ela sentiu ao escrevê-las e gravá-las. Ela acredita que a honestidade e a vulnerabilidade presentes no álbum irão ressoar com aqueles que buscam entender suas próprias jornadas pessoais. “Este álbum é para todos que já se sentiram perdidos e para aqueles que estão à procura da sua própria porta secreta,” concluiu Cynthia.

Ouça aqui, “The Secret Door”: